Madre Maria dos Apóstolos

TERESA VON WÜLLENWEBER nasceu aos 19/02/1833 no Castelo de Myllendonk, em Neuwerk, Alemanha, sendo a primogênita dentre as cinco filhas do casal Joseph Theodor (Barão de Wüllenweber) e Constância Elizabeth Lefort. Com a idade de 15 anos, Teresa ingressou no internato das Irmãs Beneditinas na Bélgica. Em 1850 regressou ao Castelo e ajudava sua mãe nos afazeres da casa e seu pai nos trabalhos administrativos. Exercitava-se ao piano e gostava de trabalhos artísticos. Junto com a mãe, visitava os pobres e os doentes dos arredores. A Bíblia passou a ser seu estudo preferido. Teresa fiel ao chamado interior de seguir a vida religiosa, encontrou resposta de seu ideal num anúncio do jornal “o missionário”, com a notícia da "Sociedade Apostólica Instrutiva", fundada em 1881 por Pe. Jordan, e confirmou sua convicção dizendo:“Deus quer conduzir-me para lá”. A partir dali ela se colocou à disposição de Deus e procurou incansavelmente fazer sua vontade. Aos 48 anos de idade, ela encontrou no carisma Salvatoriano o que seu coração buscava. Percebeu que ali era o seu lugar e a realização de seu ideal missionário. No carisma Salvatoriano, Madre Maria não só encontra espaço para realizar sua vocação, como também ela se torna instrumento de Deus para somar forças na concretização da obra tão sonhada por Pe. Jordan. Juntamente com ele, assumiu com coragem as consequências de tão audacioso projeto.

No dia 31 de maio de 1883, emitiu os Votos Perpétuos pelas mãos de Pe. Jordan. A partir daí ela se considerou membro integrante e definitivo da Sociedade Apostólica Instrutiva e dedicava-se inteiramente às obras apostólicas. Seu coração pulsava para uma vocação missionária. Tinha a convicção de que Pe. Jordan tinha a intenção de fundar um ramo feminino da Sociedade. Dia 08 de dezembro de 1888, após dez dias de retiro, recebeu o nome religioso de “Madre Maria dos Apóstolos”. Ela é cofundadora da Congregação das Irmãs do Divino Salvador e foi sua primeira Superiora Geral.

Madre Maria foi audaz, corajosa e criativa. Dentre suas muitas virtudes e dons, destacamos:

  • Mulher poética, desde a juventude, escreveu poemas.
  • Mulher com espírito apostólico missionário.
  • Mulher com visão universal, dotada de uma grande sensibilidade diante das necessidades da realidade de seu tempo.
  • Mulher de doação, sem reservas.
  • Alegre, simples e serena, pela sua dedicação conseguiu criar uma comunidade feliz.
  • Acolhida e hospitalidade: seu espírito universal acolhia a todos, sem distinção.
  • Oração e experiência de Deus: profunda experiência de Deus foi o alicerce de sua vida e missão.
  • Mulher de profundo compromisso com os pobres.
  • Madre Maria faleceu em Roma,no dia 25 de dezembro de 1907. O Papa Paulo VI declarou Madre Maria dos Apóstolos "Bem-Aventurada" no dia 13 de outubro de 1968. Sua festa é celebrada no dia 5 de setembro.